Programa do Campus do Pantanal quer estruturar atenção aos acadêmicos com dificuldades em habilidades sociais

Ter habilidades sociais bem desenvolvidas – como fazer amizades, manifestar opinião, falar em público, recusar pedidos, mediar conflitos, trabalhar em grupo, expressar sentimentos, entre outras – promove vivências mais amplas e saudáveis das relações e ainda contribui para o desenvolvimento acadêmico.

Diante dessa constatação, está sendo realizada no Campus do Pantanal (Cpan) a pesquisa “Habilidades Sociais: intervenções psicológicas para o desenvolvimento acadêmico no ensino superior”, coordenada pela psicóloga Franciele Ariene Lopes Santana, do Serviço de Psicologia e Acessibilidade Pedagógica do Cpan e que também coordena o Grupo de Estudos, Pesquisa e Intervenções em Psicologia em Espaços de Educação e Trabalho (Gepipet).

Pela pesquisa será analisada a implantação de um Programa de Treinamento em Habilidades Sociais no Cpan. “O Programa propõe o desenvolvimento de um grupo de vivências orientado para o treinamento em habilidades sociais. O grupo vai contar com instrumentos que permitirão compreender as principais dificuldades dos acadêmicos inscritos; oferecimento de atividades vivenciais para desenvolvimento de habilidades e análise dos dados para observar a eficácia da estrutura planejada”, explica Franciele.

Espera-se, dessa forma, estruturar um protocolo de atenção aos acadêmicos que possuem dificuldades com habilidades sociais. Segundo a coordenadora, o programa também será voltado aos que já possuem repertório de habilidades instituído, mas que também têm interesse em potencializá-lo, ampliando as possibilidades do desenvolvimento acadêmico.

Os alunos participantes da primeira turma, com início previsto para 3 de outubro, terão até dez encontros, que ocorrerão às quintas-feiras, de 17h às 18h30. “A ideia é que após a avaliação dos resultados seja implantando um programa fixo que ofereça a oficina ao menos uma vez em cada semestre”, diz Franciele.

Participação

Até o próximo dia 30 de setembro, acadêmicos do Cpan interessados em participar da pesquisa poderão se inscrever por meio de formulário em https://forms.gle/3hVQnLvct7t9SUNC9 .

Serão selecionados dez acadêmicos, maiores de 18 anos, para participar de encontros coletivos da primeira edição que contribuirá para o planejamento de próximas atividades. Os selecionados serão contatados. A inscrição não garante chamada imediata para participação e poderá ser criada lista de espera para próximas edições.

Os encontros ocorrerão às quintas-feiras, de 17h às 18h30.

Mais informações: franciele.santana@ufms.br   ou pelo telefone (67) 3234-6804.