Preparativos da UFMS para liberação do Morenão para os jogos do Campeonato Estadual de Futebol

Na tarde desta quarta-feira, 16, o reitor substituto da UFMS, Nalvo Franco de Almeida Junior, o secretário especial de Governo, Carlos Alberto de Assis, além de equipe da UFMS e membros da Comissão de Vistorias da Polícia Militar, estiveram no estádio Pedro Pedrossian para verificar o andamento das obras e dirimir eventuais dúvidas para a liberação de uso do Estádio dentro do prazo para o Campeonato Estadual, previsto para 1º de fevereiro.

A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul esclarece que, conforme acordado em outubro de 2019, as adequações no estádio Pedro Pedrossian, para sediar o Campeonato Estadual de Futebol, estão sendo planejadas e executadas pelos parceiros (UFMS, Governo do Estado e Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul). A UFMS é responsável pelos serviços de recapeamento da esplanada, com prazo de entrega até dia 18 de janeiro; recarga de todos os extintores (já executada); acompanhamento técnico contínuo pela equipe de Engenharia da UFMS; e limpeza e conservação do espaço externo, banheiros e vestiários.

A conservação e limpeza das áreas que envolvem a estrutura interna do estádio (parte superior das cadeiras, cabines etc) são de responsabilidade da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul, além da manutenção do gramado e adequações e contratação de serviços internos relacionas à segurança e Corpo de Bombeiros.

Já em relação à revitalização do estádio, a UFMS ressalta que as obras ainda não começaram, pois o processo está em fase de finalização dos projetos executivos e licitação pelo Governo do Estado, que aplicará recursos provenientes do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor. A Universidade já entregou o pacote de projetos ao Governo do Estado e quando as obras forem iniciadas acompanhará a sua execução.

A UFMS sabe da importância do patrimônio arquitetônico do estádio Morenão para a sociedade sul-mato-grossense e para o incentivo da prática de esportes. Por isso, e em que pesem as restrições orçamentárias de 2019, e ainda o orçamento de 2020 que não foi aprovado e publicado pelo Governo Federal, a UFMS tem envidado esforços para que sejam feitas melhorias em sua estrutura e tem certeza de que a FFMS e o Governo do Estado farão o possível para cumprirem suas respectivas partes.