MEC abre chamada pública para ampliar unidades de inovação em UFs

O Ministério da Educação (MEC) realizou na tarde de hoje a abertura da chamada pública para ampliar unidades de inovação em Universidades Federais em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii). A proposta é instalar mais quatro novas unidades de pesquisas e inovação no país, além das 17 já credenciadas.

A Embrappi tem como objetivo realizar a ponte entre a academia e a indústria nacional, a partir de uma rede de inovação de pesquisas de excelência, chamadas unidades Embrappi, que atuam por meio de projetos com empresas.

A meta é que até o final de 2021, 30% das Universidades Federais estejam inseridas no programa, atuando com projetos de pesquisas.

Para essa chamada pública, poderão participar grupos de pesquisadores de UFs nas áreas de agricultura, processos agroindustriais, tecnologia de alimentos, geração e transmissão de energia elétrica, química, bioecnomomia, processos industriais, mineração sustentável, mobilidade e eletromobilidade.

“Queremos tentar traduzir a pesquisa em algo prático e útil e que possa efetivamente afetar a sociedade. Por isso, o MEC e a Embrapii anunciam o chamamento público para credenciar novos grupos de pesquisa. Essa ação objetiva unir as pesquisas universitária e as empresas para a ampliação de inovação tecnológica e competitividade”, disse o ministro da Educação, Milton Ribeiro.

De 2015 a 2020 foram apoiados 1.145 projetos com 781 empresas parceiras, resultando em 373 pedidos de propriedade intelectual.

Essa parceria MEC e Embrapii visa um alinhamento com o novo marco regulatório da pesquisa e tem como objetivo a aproximação das empresas privadas com o setor público, segundo o secretário-executivo do MEC, Victor Godoy. “Esperamos que num futuro bem breve tenhamos 100%das UFS inseridas”.

“As áreas escolhidas são aquelas em que ainda não tínhamos foco e precisamos melhorar. Conclamamos as universidades que não pertencem a Embrapii, para que possam aderir a essa chamada”, afirma José Luis Gordon, diretor de Planejamento e Relações Institucionais da Embrapii.

O evento foi acompanhado pelo diretor da Agência de Internacionalização e Inovação (Aginova/UFMS), Saulo Gomes Moreira e pela diretora de Pesquisa, da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (Propp), Gecele Paggi.

Saiba mais em https://embrapii.org.br/

Texto: Paula Pimenta