Escola de Música da UFMS abre 180 novas vagas para 2020

Estão abertas até 1º de março as inscrições para aulas de técnica vocal, piano, teclado, trombone, violão, violino e violoncelo na Escola de Música da UFMS. Ao todo são 180 oportunidades para pessoas de diversas faixas etárias e níveis de conhecimento musical.

De acordo com o coordenador do programa de extensão, Jackes Douglas Nunes Angelo, o objetivo é fomentar o ensino, a pesquisa e a extensão universitárias e oportunizar o estudo musical em diversas modalidades para acadêmicos, servidores e toda a comunidade. “As aulas são ministradas por alunos bolsistas, sob a supervisão dos professores do curso de Música da UFMS”, informa.

“Toda a metodologia aplicada é fundamentada e planejada, registramos os resultados e realizamos estudos em projetos de pesquisa. A Escola de Música tem um custo mais acessível para o aluno justamente por isso, porque estamos fomentando a formação dos nossos acadêmicos da licenciatura em Música e futuros profissionais, primando também, claro, pela qualidade do ensino musical ofertado. O intuito é despertar o interesse da comunidade pelo aprendizado musical sem concorrer com outras escolas de música ou outras iniciativas semelhantes”, explica a professora Ana Lúcia Gaborim.

“É uma honra para a UFMS manter uma Escola de Música com essa qualidade didática, com aulas orientadas por professores mestres e doutores. Essa é uma oportunidade única para aqueles que querem se aperfeiçoar em Música e terem contato com a tradição musical deste tempo e de outros tempos”, lembra o pró-reitor de Extensão, Cultura e Esporte Marcelo Fernandes.

Para se inscrever para qualquer curso de instrumento musical é pré-requisito possuir o próprio instrumento. Os interessados devem acessar o formulário disponível no site da Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Esportes (Proece). Ao selecionar a modalidade de interesse será possível verificar os dias e períodos de realização das aulas.

As modalidades e turmas estão distribuídas durante a semana nos períodos matutino e vespertino e aos sábados pela manhã. Os alunos selecionados poderão também participar de aulas de teoria musical.

A seleção será feita conforme os seguintes critérios: ordem de inscrição em cada modalidade; nível de aprendizado e perfil etário de cada turma. A taxa para os selecionados será única para todo o semestre, a partir de R$130, conforme a modalidade e nível do aluno.

A previsão de divulgação do resultado é quatro de março no site da Proece, onde serão publicadas também todas as informações referentes ao processo seletivo e à Escola de Música. Os inscritos que não forem selecionados em primeira chamada ficarão em uma lista de espera que será utilizada até que sejam preenchidas todas as vagas.

Confira neste link o edital com todas as informações sobre a seleção.

 

Experiência – José Benedito Alves Pimenta já garantiu a renovação da matrícula na Escola. O egresso do curso de Música da UFMS da turma de 2018 dá continuidade aos estudos de trombone realizados ainda na graduação e posteriormente no programa de extensão no ano passado. “Entrei no curso de Música por meio do canto e migrei para o trombone, que eu já tocava, mas era um tipo diferente. Para mim é um desafio e mesmo nas férias da Escola de Música eu pratiquei bastante, porque a experiência é fantástica”, relata José que já faz parte também do Coral de Trombones da UFMS.

Para Lucas Mateus Silva, que atualmente cursa o terceiro semestre de Música na UFMS, a participação na Escola em 2016 foi muito importante. “Enquanto prática de conjunto auxiliou-me no entendimento do fazer musical coletivo. Meu instrumento principal é o violão, mas também tenho estudado viola brasileira (caipira). Na época fiz aulas de percussão, tive acesso à possibilidade de fazer e conhecer ritmos de maneiras diversas (corporal, instrumentação, etc). As aulas de teoria foram interessantes pro desenvolvimento de leitura e notação e uma proximidade maior com a representação da música escrita. A participação na Escola incentivou uma escolha que eu já vinha cogitando há algum tempo, que era entrar na graduação em Música. O resultado é que cheguei em um curso muito fecundo, conheci professores que muito incentivam no exercício do conhecimento e auxiliam os alunos a terem um entendimento da vida amparado na importância do saber musical e na relevância social que a música possui”, afirma.

 

Bolsas – Estão abertas também inscrições para bolsas de extensão no valor mensal de R$400. São duas as possibilidades para acadêmicos de graduação da Cidade Universitária.

Até 21 de fevereiro alunos do curso de Música podem concorrer a bolsas para ministrarem aulas no programa Escola de Música. São oito vagas distribuídas para as modalidades de ensino coletivo de violão, de piano infantil e adulto, de trombone, de cordas friccionadas e de técnica vocal, para o projeto coral PCIU!

A inscrição deve ser feita pessoalmente com o coordenador da ação no curso de Licenciatura em Música da UFMS, na unidade 22, próxima ao Lago do Amor. Mais informações podem ser obtidas neste link.

Acadêmicos de Música e de Jornalismo poderão concorrer também a bolsas para o projeto “Circulação da Escola de Música da UFMS”, sob coordenação da professora Ana Lúcia Gaborim.  As inscrições vão até 2 de março e podem ser feitas pelo envio do currículo Lattes, histórico escolar e ficha de inscrição com carta de intenção anexada para os e-mails rafaelsalgado@hotmail.com ou jackes.angelo@gmail.com .

A seleção será composta por análise do currículo e da carta de intenção e entrevista, prevista para três de março. Todas as informações sobre a seleção podem ser obtidas neste link.

 

Texto: Ariane Comineti 

Fotos: Coral de Trombones – Letícia Bueno; Sr. José Benedito – Ariane Comineti; Camerata de Cordas e apresentações do PCIU – Leandro Benites; alunos na Escola de Música e apresentações do PCIU – cedidas pela coordenação da Escola de Música