Congresso fortalece programa de pós-graduação em Direito

Hoje, pela manhã, no auditório do Multiuso da UFMS, foi realizada a solenidade de abertura começou o V Congresso Nacional da Federação Nacional dos Pós-Graduandos em Direito (FEPODI). Com o tema “Ética, Ciência e Cultura Jurídica”, o evento pretende estimular a integração dos alunos de pós-graduação e fortalecer a produção científica do direito.

Para o presidente da FEPODI, Yuri Nathan da Costa Lannes, a inciativa do congresso, além de propiciar um momento de debate entre pós-graduandos, é também um instrumento de estimulo a pesquisa. Ele ainda comenta que a proposta do tema foi pensando dentro desse contexto: “Quando a gente propõe esse tema ‘Ética, Ciência e Cultura Jurídica’ é justamente porque percebemos que o país enfrenta um problema muito sério na questão da eticidade e do comportamento ético. A ciência jurídica e a cultura jurídica são elementos que de certa forma compõe todo um pensamento da pós-graduação que não pode se colocar aquém de nossa situação social. Portanto é importante criar um momento como este para repensar toda função do conhecimento jurídico enquanto instrumento de organização social”, explicou Yuri.

A coordenadora do Mestrado em Direito da UFMS, Livia Maria Armentano explica que os eventos científicos são importantes para melhorar a qualidade da pós-graduação. Em sua visão, a integração entre os alunos de diferentes programas de pós-graduação, a possibilidade de publicar artigos e debater trabalhos, são algumas das vantagens desses eventos que impulsionam a produção científica na universidade.

“Fazer ciência na área do direito é um grande desafio e manter essa cultura jurídica, em termos acadêmicos, acessa na universidade depende muito da pós-graduação e de como esse programa irá se relacionar com outros cursos da universidade e de fora dela.  E essa cultura precisa ser fortalecida em eventos como esse promovido pela FEPODI”, completou Livia.

O reitor da UFMS, Marcelo Turine, participou da cerimônia de abertura do congresso e parabenizou a iniciativa.  “Fortalecer a pós-graduação é fortalecer a produção de conhecimento científico. Isso impacta diretamente na função social da universidade. É pela pesquisa que aprimoramos o ensino de graduação e entregamos a sociedade as soluções necessárias para superarmos os problemas. Por isso, esse evento é tão relevante”.