100 dias

Administração Central da UFMS completa 100 dias de gestão

Em 8 de novembro de 2016, a nova equipe de gestão da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) iniciou seu ciclo de trabalho com a posse do professor Marcelo Turine como Reitor. Hoje, 15 de fevereiro de 2017, a Administração Central completa 100 dias com um balanço bastante positivo. Um evento de prestação de contas à Comunidade Universitária será realizado em 6 de março, no Teatro Glauce Rocha.

Entre as ações realizadas nesse período, está a reorganização administrativa da UFMS, que foi aprovada pelos Conselhos Superiores (Conselho Diretor e Conselho Universitário) na reunião de 20 de janeiro. De modo inédito, as reuniões foram transmitidas ao vivo, via internet, para toda a comunidade universitária pelo canal do Facebook oficial da UFMS – ação que será rotina para as demais reuniões dos Conselhos Superiores realizadas pela Instituição.

A inciativa para consolidação da nova estrutura organizacional objetivou principalmente a implementação de um modelo mais eficiente para a gestão da Administração Central e das Unidades Setoriais da Universidade. Segundo o Reitor da UFMS, professor Marcelo Turine, o novo organograma da universidade foi pensado para melhorar a identidade e o diálogo institucional; aprimorar os procedimentos educacionais, científicos e administrativos da UFMS – simplificando canais e dando mais agilidade aos processos –, bem como para auxiliar melhor os Câmpus localizados fora da sede. O foco da medida é dar mais atenção aos acadêmicos.

Outra medida da nova gestão foi a retirada e a realocação das grades do prédio da Reitoria.  A ação, de forte impacto simbólico entre os membros da comunidade universitária, teve como objetivo iniciar o caminho da atual Administração Central na construção de uma gestão compartilhada, com maior participação de todos os setores da UFMS e pautada no diálogo.

Entre as ações que respaldam a abertura do diálogo destacam-se: a reunião de trabalho com a Liga das Atléticas para planejar junto com os alunos a área de desporto da Universidade; as diversas reuniões com alunos e professores para tratar de diferentes reivindicações; as conversas com sindicatos, associações, empresas públicas e privadas, entidades da sociedade civil com a intenção de firmar parcerias e viabilizar projetos;  a rodada de reuniões pelos campi do interior; a criação de um novo espaço para oportunizar o empreendedorismo entre os jovens, entre outras ações. Tudo isso, explica o Reitor da UFMS, “foi realizado para ampliar a integração da comunidade universitária”.

A nova gestão também firmou, nesses primeiros 100 dias, um Acordo de Cooperação com a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul para a reabertura do Morenão, depois de três anos sem jogos. Na ocasião, o Reitor da UFMS destacou que o papel de sua gestão é abrir as portas da Universidade para a sociedade, com o objetivo de integrar a comunidade, destacando que o Morenão é um patrimônio da população do Estado e do Brasil.