Professores da rede pública podem participar de curso sobre atendimento educacional em ambiente hospitalar e domiciliar

Até 4 de dezembro, professores da rede pública de ensino de todo país podem se inscrever para participar do curso de extensão Serviço de Atendimento Educacional em Ambiente Hospitalar e Domiciliar, oferecido pelo Instituto de Biociências (Inbio) da UFMS em parceria com o Ministério da Educação. São 500 vagas e as inscrições podem ser feitas aqui.

De acordo com a coordenadora do curso e professora do Inbio Jucélia Linhares Granemann de Medeiros o objetivo é promover a formação continuada e aperfeiçoamento de professores sobre o conhecimento do trabalho pedagógico desenvolvido com a criança e o adolescente no atendimento educacional em ambiente hospitalar e domiciliar durante seu período de hospitalização e/ou tratamento de saúde. “São atendimentos especializados da área da Educação Especial, que apresentam professores preparados para atuar com educandos nessa situação especifica ou peculiar. São contratados pela rede pública, seja estadual ou municipal, a qual se responsabiliza pela formação, supervisão e manutenção de recursos materiais para a concretização do trabalho”, destaca Jucélia.

A professora explica que esta é a segunda edição do curso. “Na primeira realizada entre dezembro de 2018 e fevereiro de 2019 tivemos a participação de 400 professores de diversas regiões brasileiras”, comenta. O curso é desenvolvido em seis módulos, com duração de 20 a 30 horas, totalizando 180 horas: introdução ao atendimento educacional em ambiente hospitalar e domiciliar, políticas relativas aos atendimentos educacionais em ambientes hospitalares e domiciliares, atendimento educacional em ambiente domiciliar, atendimento educacional em ambiente hospitalar, brinquedoteca hospitalar e práticas pedagógicas nos atendimentos educacionais em ambientes hospitalares e domiciliares.

As atividades serão realizadas pelo Ambiente Virtual de Aprendizagem da UFMS. Para se inscrever é necessário informar a matrícula na secretaria estadual ou municipal de educação e o nome da escola na qual o professor atua, entre outras informações. Todos que participarem das atividades receberão certificado digital.

“As expectativas para essa nova turma são muitas, pois o referido curso além de dar suporte teórico e prático aos professores que diretamente atuam com alunos hospitalizados e/ou em tratamento de saúde nos hospitais ou em seus domicílios, preparam os professores da Educação Básica que receberão novamente seu alunado após alta hospitalar, já que o curso é estendido a todos os professores da Educação Básica, seja o professor que atua com o aluno no hospital, como na escola regular ou especializada, após sua alta hospitalar”, conclui Jucélia.

Seleção de professores e tutores

Até dia 23 de novembro, está aberta seleção para professores formadores. As inscrições podem ser feitas aqui. São quatro vagas destinadas e os selecionados receberão três bolsas da Universidade Aberta (UAB/MEC), cada uma no valor de R$ 1,3 mil. Os pré-requisitos e outras informações sobre o processo estão disponíveis no Edital 39, que segue abaixo.

Para tutores são 20 vagas e a remuneração é de seis bolsas da UAB/MEC no valor de R$ 765 cada uma. Os interessados em se inscrever podem devem preencher formulário disponível aqui até dia 26 de novembro. No edital 40 estão descritos os pré-requisitos e outras informações sobre o processo seletivo.

Confira os três editais.

Download (PDF, 277KB)

Download (PDF, 347KB)

Download (PDF, 385KB)

 

Texto: Vanessa Amin