Encontro reúne grupos do Programa de Educação Tutorial

Cerca de 150 acadêmicos e docentes de todos os câmpus estão reunidos na Cidade Universitária em Campo Grande para o 16º Encontro dos Grupos PET UFMS (InterPET). O evento, que faz parte do Integra, visa a promover discussões sobre os objetivos do Programa de Educação Tutorial (PET) na Universidade e na comunidade e a socialização das experiências de cada grupo.

Na cerimônia realizada hoje (7) pela manhã o reitor Marcelo Turine lembrou que “a UFMS conta atualmente com 18 grupos PET que têm destaque no atendimento a demandas estratégicas da sociedade. Esses grupos estão desenvolvendo atividades de ensino, pesquisa e extensão em diversas áreas do conhecimento e em diversas cidades do estado”. Para a vice-reitora Camila Ítavo “o PET é um programa muito forte em ações e essas são importantes no que tange à disponibilização do conhecimento à sociedade. Como ex-tutora, me emociono ao ver o crescimento do programa na Universidade”, disse.

Segundo o coordenador do InterPET, professor Ricardo Brumatti do PET Zootecnia, as discussões e integração são importantes para fortalecer o programa e também o impacto das ações na comunidade. A professora Laís Alves de Souza, do Comitê Local de Acompanhamento e Avaliação dos grupos PET (CLAA-PET), destacou que a grande participação neste encontro incentiva ainda mais o apoio às ações dos grupos.

O pró-reitor de Graduação, Ruy Correa, lembrou a importância do programa não só para a formação do acadêmico, mas também para a permanência. “Alunos que estão envolvidos em projetos como estes se sentem mais motivados porque obtém experiências muito ricas para sua vida”. O petiano do 10° semestre de Enfermagem do câmpus de Três Lagoas, Lucas Bernardes, concorda. Ele participa do PET já há um ano e acredita que o programa traz experiências diferenciais aos alunos. “O PET proporciona que o acadêmico tenha senso crítico em relação aos problemas da sociedade e permite intervir contribuindo para as soluções. Especificamente na minha formação, o PET contribuiu com o trabalhar em grupo e o gerenciar situações, ambos muito importantes para os enfermeiros”, afirmou.

A programação do InterPet teve continuidade com a palestra “Liderança e competitividade pessoal”, ministrada por Luiz Carlos da Silva e Daniela Medrado.

Informações sobre os grupos PET da UFMS podem ser obtidas aqui.

 

 

Texto e fotos: Ariane Comineti