Abertas inscrições para publicação de livros digitais pela Editora UFMS

Professores e técnicos administrativos da Universidade podem enviar propostas para a publicação de materiais eletrônicos de divulgação técnico-científica pela Editora UFMS. O envio deve ser feito no Sistema de Informação e Gestão de Projetos (Sigproj) até 31 de dezembro. 

Conforme a diretora da Agência de Comunicação Social e Científica (Agecom), Rose Mara Pinheiro, a ideia é contemplar o maior número de iniciativas e ampliar o volume de publicações que possam contribuir com a sociedade. “Esse edital é fundamental para todas as áreas do conhecimento e atende às demandas de praticamente todos que desenvolvem atividades na instituição. É extremamente importante dar visibilidade e mostrar o que a Universidade produz e que impacta diretamente a sociedade. A  nossa Editora UFMS tem se destacado nos últimos anos com a quantidade de obras aprovadas e publicadas em formato eletrônico. Um esforço conjunto da Agecom e do Conselho Editorial para manter as publicações ativas e oferecer uma oportunidade ampla para a comunidade universitária”, disse.

Para a secretária da Editora UFMS, Elizabete Aparecida Marques, “os livros digitais mostram o impacto do conhecimento científico produzido pelos pesquisadores da instituição, projetando-o no cenário local, nacional e, inclusive, internacional. Este edital tem uma natureza ampla, pois contempla obras resultantes de programas institucionais de ensino, pesquisa, extensão, empreendedorismo e inovação, ou seja, de cunho teórico e/ou prático”.

Propostas

Entre os materiais que podem ser enviados para publicação estão livros, que podem ser coletâneas ou individuais, anais de eventos, cartilhas e guias. Não serão aceitos textos de caráter pessoal como biografias e memórias, e textos literários, nem dissertações ou teses. 

Podem enviar propostas, professores e técnicos administrativos efetivos da UFMS que tenham currículo cadastrado na Plataforma Lattes e cadastro no Open Research and Contributors Identification (Orcid), com aprovação do Colegiado de Curso de Graduação ou de Pós-Graduação e da Direção da Unidade. Cada servidor poderá apresentar apenas uma proposta como autor ou como organizador, mas poderá ter também a inclusão de um texto de sua autoria em uma coletânea proposta por outro organizador. Será permitido o máximo de três autores no caso de obras individuais e o máximo de três organizadores no caso de coletâneas. 

Serão investidos até R$200 mil nesta iniciativa, oriundos de recursos próprios da Universidade. Caso algum programa de pós-graduação tenha interesse, será possível adicionar recursos por meio de financiamento externo de projetos ou do Programa de Apoio à Pós-graduação (Proap) da Capes ou da UFMS. Caso o coordenador da proposta tenha interesse na publicação do livro no formato impresso, deverá informar a fonte de recursos, que também poderá ser oriunda de projetos ou agências de fomento, como o Proap ou a Universidade. 

Mais informações podem ser obtidas no edital de submissão no portal da Editora UFMS ou pelo e-mail sedit.agecom@ufms.br

 

Texto: Ariane Comineti